quarta-feira, 19 de julho de 2017

Game Análise: Sonic Lost World


Fala ae mugiwaras! A pouco tempo eu tava dando a minha olhada diária na eshop quando eu vi uma promoção de games do nosso querido osnoc(esse é um apelido do sonic que eu costumo dizer, é uma piada interna),dentre jogos maravilhosos cheios de qualidade como Sonic Boom:Rise of Lyric(na verdade esse era o único game ruim na promoção) estava Sonic Lost World, um jogo que muitos falam que é bom e muitos falam que é ruim, como eu estava curioso e o desconto tava bom eu decidi finalmente dar uma chance pra Sonic Lost World.
Vamos começar falando sobre a história, como todo game do Sonic que vem depois de Adventure, esse game tem um foco desnecessariamente grande na história, nem se compara com um Adventure ou Unleashed da vida, mas mesmo assim eu acho que esse game tem um foco em história grande demais para um jogo de plataforma, mesmo assim, eu não acho que a história desse game seja ruim, eu só acho ela meio mal explicada, eu não queria ficar focando nesse ponto ruim da história, porque a maioria das análises por aí fazem isso, mas não dá pra deixar de citar o quanto essa história é mal explicada, O quê é o Lost Hex? Quem são os Zetis? Por que aquela concha que o Eggman tinha controlava eles? É, essa história parece inofensiva, até você se fazer essas perguntas, e o pior é que essa história não é ruim, só é mal escrita e extremamente mal explicada, algumas pequenas explicações das coisas poderiam fazer essa história muito melhor do que ela é.
Outro fato terrível sobre a história desse game é como ela cria seis vilões extremamente interessantes e simplesmente joga eles fora no final para fazer o Eggman ser o Final Boss com um plot twist terrível, eu simplesmente não entendo, o criador dessa história conseguiu criar seis vilões com designs e personalidades interessantes e simplesmente jogou eles fora, com pouca importância nas próprias cutscenes do game, eles foram tão mal aproveitados que as melhores falas deles nos games são as que eles dizem durante as próprias fases, sim, aquelas que você tem que fazer um esforço gigante para ouvir! Obrigado Sonic Team!
Mas sério, a história desse game não é a pior coisa do mundo, os Deadly Six são personagens interessantes, são simplesmente mal explorados, As cutscenes são bem engraçadas, e a história não é ruim, só mal explicada, concluindo, a história é mediana, eu não posso dizer que ela é uma história boa por que ela é mal explicada e não explora os personagens direito, mas também não posso dizer que é ruim, por que ela não é extremamente mal feita para ser chamada de ruim.
Eu acho que eu já gastei muito tempo falando sobre história em um jogo que não te deixa voltar a assistir as cutscenes(Aliás, esse é um super ponto negativo) e você pode pular todas as cutscenes simplesmente apertando um botão, então vamos falar sobre a parte mais importante do jogo, o gameplay, e, eu já vou adiantando, o level design desse game é muito bom, os inimigos não são mal posicionados, as fases te deixam correr mas também exigem um timing melhor em algumas partes, e, a parte mais importante para qualquer game, a diversão, as fases de Sonic Lost World são muito divertidas, tirando algumas exceções como a Lava Mountain Act 2 o Level Design de Sonic Lost World é muito bom.
Os Wisps também retornam nesse game, apesar da história não explicar porque diabos eles vivem no Lost Hex, eles não deixam de ser Power-Ups bem divertidos e bem aplicados no gameplay, eu inclusive acho que a serie Sonic finalmente achou Power-Ups interessantes com o Wisp, apesar de muita gente elogiar os escudos elementais dos Sonics Clássicos, eu acho que os Wisps são Power-Ups bem melhores que os Escudos Elementais.
Bem, umas das maiores polemicas com o Sonic Lost World é a grande semelhança que ele tem com a serie Mario Galaxy, é, muita gente diz que o game é uma copia total e que ele é ruim porque é uma copia de Mario Galaxy, mas, eu vou ser sincero, eu acho que Lost World é simplesmente inspirado em Mario Galaxy, eu entendo perfeitamente por que alguém poderia dizer que esse jogo é uma cópia total de Mario Galaxy, mas, como alguém que zerou os dois Galaxys, eu posso tranquilamente dizer que eu acho que esse game é simplesmente inspirado em Galaxy.
Outra grande reclamação que as pessoas tem com esse jogo é a falta de velocidade do Sonic, você pode até não concordar comigo nesse ponto, mas eu acho a velocidade do Sonic em alguns games modernos um exagero(Destaque para Unleashed e 2006), por isso eu achei a velocidade do Sonic desse game uma mão na roda, os games clássicos do Mega Drive não precisavam de velocidade exagerada para terem qualidade, e eu acho que Lost World também não precisa(Não digam que eu estou falando que Lost World é melhor que os clássicos, porque não é).
Ainda falando sobre o gameplay, a principal característica das partes 3D de Sonic Lost World são as plataformas em formato de Planetas(Sistema que leva muitas pessoas a taxarem esse game de cópia de Mario Galaxy), eu admito, essa mecânica prova uma inspiração muito grande em Galaxy, e não consegue aperfeiçoar a formula dos Galaxys de maneira alguma, mesmo assim é competente, eu só acho que, como um game Uma geração à frente dos Galaxys ele podia ter feito alguma melhoria.
Como a maioria dos games 3D do Sonic, Sonic Lost Worls tem partes 2D, as partes 2D do game são divertidas, isso é inegável, mas é nelas que se revela o maior problema de Sonic Lost World, às vezes ele pega tanta inspiração na em outras franquias(principalmente Mario) que parece que alguém poderia simplesmente trocar o sprite do Sonic por algum outro personagem sem maleficio nenhum para o game, ou seja, o que falta nesse game é ser mais Sonic, e talvez é o que deixa ele longe de uma nota máxima.
Mas enfim, as partes 2D são legais, mas são pouco Sonic, Faltam mais partes para correr, mais Loops e mais caminhos alternativos, Mas, o Level Design das partes 2D é muito bom e às vezes bem melhor que as partes 3D.
Sobre os Bosses, eles são personagens muito interessantes, como eu já disse antes, os Deadly Six são personagens com Design legal e personalidade legal, as lutas contra eles, apesar de bem fáceis, são interessantes com as suas mecânicas e com as falas dos Deadly Six, todos os bosses são divertidos menos o Final Boss, porque o Eggman se tornando o vilão no final é muito, mas muito forçado.
Quando você zera o jogo você libera um mundo secreto,o Hidden World, Ele é mais um mundo com minigames e umas ideias que não se encaixariam no game principal, os minigames são bem divertidos, e esse é um extra bem legal.
Mas, mesmo com o Hidden World, o melhor extra desse game são as DLCs, o game tem duas DLCs gratuitas(toma essa concorrência),uma com temática da Franquia Yoshy's Island e uma da Franquia The Legend Of Zelda, as duas franquias homenageadas nas DLCs são muito boas, e as fases também são bem legais, a fase de Yoshy's Island é 100% 2D, traz Shy Guys como inimigos e é de longe a melhor fonte de vidas do jogo, já a fase de The Legend Of Zelda é 3D e tem um clima mais mundo aberto do que o jogo todo, com o Sonic com roupa de Link, Triforce e duas aparições do Link de Skyward Sword essa fase é muito divertida, concluindo, as DLCs são muito legais.
A Trilha Sonora é simplesmente sensacional, como é padrão na serie Sonic, apesar da música tema não ser cantada, a Trilha Sonora é muito agradável e consegue criar um clima bem legal nas fases do próprio jogo.
Os gráficos, bem os gráficos são bem bonitos e coloridos, destoando do tema mais realista que alguns outros jogos do Sonic tinham,e, quer saber? Eu amo esse aspecto com todas as minhas forças, eu acho que o Sonic não combina com cenários realistas e nem com humanos pra lá e pra cá, por isso eu gosto muito dos gráficos e cenários de Lost World.
O jogo também tem um multiplayer bem forte, tem um modo Co-Op onde o segundo player controla uma espécie de helicóptero,mas esse é bem fraco, o melhor multiplayer desse game mesmo é o modo de corrida, com arenas exclusivas e muita competitividade, esse modo é uma maneira ótima de implementar multuplayer em um game do Sonic, a única reclamação sobre o multiplayer é que eu acho que um modo multiplayer pelas fases normais do game onde o segundo jogador controlasse o Tails, a Amy ou o Knuckles seria muito legal e tornaria o multiplayer desse game perfeito.
Sobre a dublagem, ela tá bem legal, parecida com um Cartoon de humor desses que você vê na Tv, com destaque pras vozes do Zazz e do Zavok, que são as minhas vozes favoritas nesse game.

Conclusão:
Sonic Lost World é um game muito bom, não dá pra negar que ele tem alguns problemas que atrapalham a experiencia com o game, mas ele consegue se manter como um game divertido 100% do tempo de jogo, ele tem uma dublagem boa, cenários bonitos, Level Design bom, ele não é um game perfeito, mas é muito divertido e não chega nem perto de ser o desastre que a maioria das reviews diz que é.
Pontos Positivos:
•O Level Design é Muito bom, tirando algumas pequenas exceções.
•Os Wisps continuam sendo ótimos Power-Ups
•Velocidade reduzida do Sonic deixa os controles bem melhores
•Os Bosses são Muito divertidos e tem designs e dublagens bons
•O Hidden World tem umas ideias legais
•As DLCs são gratuitas e extremamente bem feitas e divertidas
•A Trilha Sonora tem o selo de qualidade Sonic
•A Dublagem é boa
•Os gráficos são coloridos e bonitos
•O multiplayer é o Melhor desde Adventure 2:Battle
Pontos Negativos
•A história não é ruim, mas é muito mal explicada
•A história não aproveita bem os 6 vilões interessantes que cria
•O jogo não te deixa voltar a assistir as cutscenes
•Às vezes o game não parece ser Sonic
Nota Final:
8,1

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Review:Wonder Woman(Spoilers)


Fala Ae Mugiwaras! Bem, faz um tempo que eu não faço uma review de filme, mas isso é porque já faz um tempo que eu não tenho me animado de ir ver filmes no cinema, mesmo assim, eu também to pretendendo fazer uma review do novo filme do Homem-Aranha, que eu vi faz pouco tempo e achei bem divertido.
Mas, vamos falar de Wonder-Woman, os filmes da DC tem me decepcionado bastante nos últimos tempos,se nos quadrinhos a Marvel e a Dc estavam(e ainda estão)tendo uma luta de igual para igual, a Marvel Tava matando a Dc no cinema,A Marvel tinha Dr Strange, Avengers, Spider Man, e a DC tinha, bem, Suicide Squad? Batman vs Superman? É, você já entendeu o que eu quis dizer né?
Bom, pelo menos com Wonder Woman a DC entrou na linha e aprendeu como fazer filmes divertidos e com enredo legal, é, antes mesmo da gente chegar ao fim da análise eu já vou adiantando, Wonder Woman é o filme bom da DC que os fans tem esperado!
Vamos começar falando sobre a história, a história de Wonder Woman conta sobre a saída dela da ilha das Amazonas até quando ela para a guerra no mundo dos homens, e a história desenvolve muito bem a transição da calma da ilha das amazonas para o caos do mundo dos homens, e o Plot Twist de quem é o verdadeiro Ares foi muito bem construído e realmente me pegou de surpresa, e faz muito tempo que um plot twist desses não me surpreende, e os atores fazem um ótimo papel em interpretar a história e fazer ela ficar mais legal ainda pela interpretação boa dos atores, também gostei muito da maneira como a história retrata os dois lados da guerra, a maneira meio sinistra de retratar a Alemanha, com toda aquela coisa da Dra Poison e do Luddendorf, eu realmente gostei do clima que esse filme consegue criar para cada personagem,é realmente coisa de louco como a DC evoluiu, esse filme tá tão claramente superior a todos os outros filmes que a produtora tem lançado ultimamente que me deixou ansioso para o próximo filme da DC,enfim, a história,os plot twists, o clima criado, é tudo muito bem feito em Wonder Woman.
Sobre o Climinha de romance que o filme tenta criar de vez em quando, ele é inofensivo e é até bem legal para dar mais contexto a história do filme, então eu acho que é sim necessário.
Tambem curti muito os cenários do filme, a ilha das Amazonas é muito bonita, a ambientação de guerra, a pequena cidade na Alemanha que a Wonder Woman salva, parece tudo muito bem feito, as ambientações do filme são bem legais mesmo.
Outra coisa que eu queria citar é que a atriz que faz a Wonder Woman é muito parecida com a personagem nos quadrinhos, e consegue passar aquela ideia de beleza e coragem, tudo com uma atuação muito boa, assim como a de todos os atores do filme.
Vou confessar que não reparei muito na trilha sonora, mas não é ofensivamente ruim, é boa, mas nem de longe memorável nem nada do tipo, bem o padrão DC de trilha sonora de filme.
Pra finalizar a review eu queria citar um problema do filme, que para mim é o que impede ele de ser perfeito, tudo no filme acontece de maneira muito devagar, eu não cheguei nem perto de me sentir entediado, porque eu estava apreciando cada momento da história e do clima legal do filme, mas esse pode ser um problema bem grave se a DC manter isso nos próximos filmes, esse foi o único problema que eu tive com Wonder Woman.

Conclusão:
Wonder Woman é muito bom, a qualidade do filme é uma coisa de outro mundo, a história é muito bem desenvolvida, os personagens são carismáticos, e os plot twists do filme são muito bem feitos e chegam até a impressionar, é um filme que vale muito a pena de ir ao cinema assistir.
Pontos Positivos:
•A história é muito boa
•Os Plot Twists são bem desenvolvidos
•Esse é o melhor filme que a DC faz em anos
•A atuação do filme é muito boa
•A atriz que faz a Wonder Woman é muito bonita e representa muito bem a personagem
•O clima que o filme cria é muito legal
•Os cenários são muito bem feitos.
Pontos Negativos:
•O filme é meio lento na maneira como a história avança
Nota Final:
9,0

domingo, 2 de julho de 2017

Game Análise: Nintendo Badge Arcade


Fala ae mugiwaras! Bem, eu não posto faz um tempo aqui no blog então primeiramente eu acho que eu devo desculpas a vocês, minha vida tava meio bagunçada e foi difícil fazer posts, mas eu já estou de volta!
Mas, Vamos falar sobre Jogos, afinal isso é uma review, bem, um dos motivos para eu gostar tanto do 3ds é a variedade, desde jogos clássicos até jogos Freemium a Nintendo conseguiu construir uma biblioteca de jogos espetacular para o 3ds,e, entre esses jogos Freemium está Nintendo Badge Arcade, um jogo que tenta simular uma daquelas maquinas onde você tenta pegar pelúcias em lojas de caça níquel(As Badge Catcher Machines),mas, o diferencial desse jogo é que você não pega pelúcias, e sim Badges, que você pode usar para decorar o menu principal do 3ds e deixar ele totalmente estilizado, apesar de parecer só um serviço, Badge Arcade tem umas mecânicas de Gameplay diferenciadas,e até bem divertidas.
Pra começar, não existem apenas as Badge Machines normais, existem diversos tipos, na minha opinião o que mais se destaca entre eles é o que você usa uma bomba, porque é uma mecânica interessante e também porque te deixa pegar mais badges de uma vez, o quê é essencial se você quiser construir uma boa coleção de badges.
Falando em coleção de Badges, é nessa parte que se encontra um grande ponto negativo de Nintendo Badge Arcade, o modelo Freemium, pois para jogar nas Badge Catcher Machines você deve ou pagar, ou conseguir uma free play, que é distribuída sempre que existem novidades( como novas badges de novas series ou novos temas personalizados)e, você também pode conseguir uma free play no practice catcher, que por sinal é uma coisa muito legal, pois ele te deixa treinar sem perder suas free plays ou seu dinheiro real(que seria pior ainda), mas, também é limitado pelo modelo freemium, eu sei que esse tipo de jogo não funcionaria como um jogo normal de 3ds, mas às vezes o jogo exagera no modelo freemium e em te fazer gastar o seu dinheiro, com destaque para o coelinho rosa que é o protagonista do game(vou falar sobre ele no próximo paragrafo)que fica te incentivando a gastar dinheiro, apesar dele fazer de forma bem disfarçada.
Como eu disse antes, o protagonista de Nintendo Badge Arcade é um Simpático coelho rosa, muito carismático e bem humorado que é um dos pontos positivos de Nintendo Badge Arcade, as diversas piadas que ele faz e a constante interação com ele no jogo é bem explorada e interessante, fazendo dele um super carismático protagonista.
Para concluir, eu gostaria de dar destaque a diversidade de Badges em Nintendo Badge Arcade, realmente a quantidade de badges disponíveis no Game é incrível e aumenta em muito o fator coleção e o clima de Gotta catch em'all, com destaque para badges de vários games( inclusive de alguns que não saíram pra 3ds)como Zelda BOTW, Megaman, Splatoon, Pokémon, etc...
Além das Badges de pixel art que são extremamente charmosas e sem dúvida as minhas favoritas.

Conclusão:
Nintendo Badge Arcade é um game extremamente competente, que cria um clima de coleção gigantesco com sua variedade de Badges e variedade de Maneiras de Consegui-las, apesar do exagero no modelo Freemium tirar um pouco do charme do game, ele com certeza merece uma chance.
Pontos Positivos:
•Variedade de Badges Sensacional que aumenta o clima de coleção
•Formas Criativas de se conseguir Badges
•Protagonista Simpático e Divertido
•Practice Catcher é uma boa maneira de praticar
Pontos Negativos:
•Exagero no Modelo Freemium tira parte do charme do jogo
•Free Plays são raras de serem ganhas
•Apesar de Carismático, o protagonista sempre tenta te fazer gastar
Nota final:
7,5

quinta-feira, 4 de maio de 2017

Game análise:Pokémon Sun


Fala ae mugiwaras! É, finalmente depois do jogo já ter sido lançado a quase meio ano eu trago pra vocês uma análise de Pokémon Sun, um game que literalmente renovou a franquia Pokémon,e adicionou várias coisas interessantíssimas para o Meta Game.
Antes de começar eu devo dizer que essa provavelmente vai ser a review mais positiva que eu já fiz nesse blog, por quê realmente Pokémon Sun é um ótimo game, que superou todas as minhas expectativas, e eu acho que nesse ano os únicos games que serão capazes de passar Pokémon Sun serão Super Mario Odissey e Splatoon 2(isso sem contar os que não são da Nintendo ou os que já foram lançados, com isso eu quero dizer Breath of the Wild),sim, eu sei que esse ano vai ser bem melhor que o ano passado foi em matéria de Games,mas, enfim, eu já estou enrolando muito, vamos logo pra review porque eu tenho muita coisa para falar!
Bom, vamos começar falando sobre a história, esse jogo tem uma história muito mais desenvolvida em comparação a XY e Omega Ruby, que são os outros games da saga para 3ds, então, essa é a parte onde eu aviso que essa review vai ter spoilers, e eu não recomendo ela pra quem não zerou 100% de Pokémon Sun, já que eu também vou comentar muito sobre os eventos do Pós-Game, se você ainda não zerou 100%, leia por sua conta e risco.
Bem, já que vocês estão devidamente avisados,vamos continuar falando sobre a história, a história de Pokémon Sun começa quando o protagonista se muda para a região de Alola, uma região Paradísiaca que é totalmente diferente do estilo que nós vimos em Xy, como você já sabe, eu não vou resumir a história, vou apenas citar onde ela foi competente e onde ela falhou.
Para começar, eu achei a sacada da Lusamine ser a mãe da Lillie e do Gladion genial, já que quando eu vejo esse tipo de coisa eu geralmente já saco logo de cara, mas, por incrível que pareça, eu não desconfiei por nenhum segundo que a Lusamine era a mãe da Lillie e muito menos do Gladion(digo, a Lillie e a Lusamine são muito parecidas, mas o Gladion não, principalmente pelas roupas que ele usa) e eu também achei muito genial como o game abordou o fato da Lusamine ser uma mãe ausente e como a obsessão por trabalho(e por Ultra Beasts)dela foi bem desenvolvida dentro do jogo, de forma bem impressionante para um game de Pokémon.
Outro fato bem competente da história é como o jogo desenvolve extremamente bem todos os personagens(tirando a Kahili, a Kahili é uma exceção na vida e na elite 4), que também é uma coisa impressionante, com um destaque para a Aether e o Team Skull(o Guzma é de longe o vilão menos intimidador de toda a serie, e isso está longe de ser ruim),pra falar a verdade, Se o anime de Pokémon Sun and Moon está sendo uma temporada de comédia, pelo menos os jogos conseguiram entregar uma história com conflitos mais sérios, nível Xyz, o que com certeza me deixa menos chateado com o fato do anime estar seguindo esse caminho de comédia.
Outra bela sacada da história é o pós-game, a missão das Ultra Beasts complementa muito bem a história da Lusamine e todo o contexto das Ultra Beasts que não foi tão bem explorado na história principal do jogo, por isso o pós-game foi muito importante, e, eu também adorei a participação do Looker, que também tinha marcado presença no pós-game de Omega Ruby, e também gostei da variedade das Ultra Beasts, eu realmente espero que em um possível remake de Pokemon Diamond & Pearl(a nintendo falou que não vai abandonar o 3ds, e também falou que vão ter anúncios na E3, entrem comigo no trem do hype!) eles voltem com o lance das Ultra Beasts(só não quero que o Giratina vire uma Ultra Beast,sério, quando eu li essa teoria eu quase infartei)e aperfeiçoem essa parada.

Antes que vocês achem que a história é perfeita(na verdade ela é muito bem escrita e 100% Superior ás histórias dos games anteriores, mas, infelizmente nada é perfeito), ela compartilha de um problema com a história de todos os games de Pokémon, a falta de desenvolvimento do próprio protagonista, eu não considero isso um erro da história já que eu sei que com isso a Pokémon Company quer que você construa a personalidade do protagonista,eles até conseguem ser bem competentes nisso em Pokémon Sun, já que o game tem várias partes onde você escolhe o que responder aos personagens, então, isso não é um ponto negativo da história(eu juro que tentei mas não consegui achar nenhum) e sim uma coisa que poderia ser melhorada, pois eu não quero apenas decidir se meu personagem vai ser sério ou brincalhão, eu quero escolhas que mudem o rumo da história e talvez até, quem sabe, vários finais alternativos que a história pode ter de acordo com as decisões do personagem? Não é um ponto negativo, só uma coisa que poderia melhorar.
Também se enquadrando nessa parte de coisas para melhorar, eu particularmente acho que o pós-game poderia ter explorado mais um pouco da ida da Lillie pra Kanto, já que eu achei que o jogo simplesmente falou que a Lillie foi pra Kanto e não fez nada sobre isso, o que, pelo menos pra mim foi meio frustrante.
Bem, agora que eu já detalhei(até demais) a minha opinião sobre a história e o porque dela ser superior à história dos games anteriores, vamos falar sobre gráficos, os gráficos de Sun e Moon estão excelentes e às vezes eu até me pergunto como o 3ds normal roda aquilo(no new não é tão surpreendente, já que o new roda Xenoblade),e, uma coisa que ei achei estranha e no minimo curiosa foi que, jogando Xy depois de jogar Sun e Moon, você tem a impressão de que todos os personagens de Xy são tipo um formato SD, eu já tinha achado isso, e, navegando na web, eu descobri que mais pessoas tiveram essa impressão, realmente um fato bem bizarro, mas, voltando aos gráficos de Sun, eles estão extremamente bonitos comparados aos de Omega Ruby, já os modelos dos Pokémons não tiveram um upgrade tão grande, mas também não estão iguais aos jogos anteriores, ou seja, na questão gráfica Sun e Moon é nota dez, e para ser melhor que isso só um título de Pokémon para o Switch(eu acredito!!!!).
Eu geralmente não comento tanto sobre como o título roda, já que a maioria dos games que eu analiso não apresentam nenhum problema, mas se existe um ponto realmente negativo em Pokémon Sun, são as quedas de frame rate que ele vem apresentando, a maioria delas está sendo relatada por jogadores que jogam no 3ds normal, como eu jogo no new eu fui correr atrás de Let's plays de youtubers que usam o 3ds normal pra ver se a coisa tava séria mesmo, e sim, os slowdons nas double batles e principalmente nos Battle Royales está inaceitável, tipo eu entendo que o hardware do 3ds normal sofre pra rodar esse jogo mas já passou da hora da Nintendo migrar de vez pro New 3ds, pois ele tem uma capacidade de processamento que pode fazer diferença, já no New ocorrem pequenos slowdons nas double battles e nos battle royales, mas isso apenas quando Pokémons muito grandes estão na tela, eu não sofri tanto com isso, já que no New é mais uma coisa ocasional do que um problema de hardware, mas no New isso é uma coisa inaceitável,e antes que você pergunte, sim eu sei que a primeira atualização de Pokémon Sun deu uma amenizada nesses problemas, mas mesmo assim, se eu fosse a Nintendo eu lançaria um patch por meio de atualização resolvendo o problema no New e ao menos amenizando no 3ds normal.
Bom, agora que eu já falei do problema de performasse que o jogo apresenta eu posso focar nos elementos de gameplay e na renovação que esse título trouxe pra Pokémon como um todo.
Pra começar, as adições para o Competitivo(e, consequentemente para a franquia como um todo) foram muitas, e eu vou tentar ser bem detalhado ao falar delas: Pra começar vamos falar sobre os Tapus, os Tapus são os guardiões sagrados e defensores de cada uma das quatro ilhas de alola(Melemele, Akala, Ula Ula e Poni), cada um deles tem um tipo predominante e uma zona de batalha especial baseada nesse tipo, da história dos Tapus a mais bem explorada sem duvida foi a do Tapu Koko, mas a história deixa bem claro que todos os guardiões tem uma tremenda importância pra Alola e eu meio que admiro isso, eu acho que poderia ter havido mais desenvolvimento, mas também acho que o game em nenhum momento insinua que vai dar muita importância aos Tapus então eu meio que não nutri esperanças quanto à isso, sobre o Meta game, quem acompanha os torneios profissionais de Pokémon sabe que os Tapus estão sendo bastante usados no competitivo, e seus terrenos nativos meio que deram um gás nas estrategias dessa geração,resumindo, os tapus são bem interessantes e é uma pena que provavelmente esse tipo de Pokémon não vá voltar.
A segunda dessas grandes adições à franquia são as Ultra Beasts, essas sim tiveram sua história muito bem desenvolvida, com um grande foco no pós-game, e, na minha opinião são ótimos tipos de lendários e eu realmente espero que a pokémon company pense em fazer um spin-off de Pokémon onde nós possamos nos aventurar no mundo das Ultra Beasts, sério, isso seria muito legal mesmo e eu ficaria muito feliz de jogar o game e fazer uma review tão detalhada como essa.
Enfim, as Ultra Beasts foram uma ótima adição,inclusive ao Meta Game onde elas foram um grande choque no cenário competitivo, talvez até mais que os Tapus.
E, por fim, a ultima grande adição em questão de lendários, foram, obviamente, Solgaleo e Lunala, estes não afetam o competitivo, mas foram extremante bem desenvolvidos em matéria de história, a sacada do Nebbie(Get in the bag) ser a forma inicial do lendário e estar com você desde o início da jornada foi ótima, até porque você já vai criando simpatia  com ele, algo que não acontece com os lendários em outros jogos, pois eles realmente não se esforçam em fazer você se identificar com o lendário.

Como você já deve ter percebido pelos 3 pontos que eu citei acima, Pokémon Sun trouxe uma renovação que era necessária na franquia, e nisso ele realmente surpreende.
O mapa de Pokémon Sun é bem divertido de se explorar e tem segredos bem interessantes, o mapa realmente é um ponto positivo do jogo, não chega a ser um mundo aberto, mas te dá bastante liberdade e tem vários pontos de fly, o que faz a locomoção no Pós-Game ser bem fácil e não torna ela frustrante.
Agora, vamos falar sobre modo online, Pokémon Sun tem um Hub exclusivo para o modo online, o Festival Plaza, eu particularmente achei essa ideia muito interessante, apesar de que eu acho que meio que faltam coisas pra se fazer no Festival Plaza, eu sei que tem várias barraquinhas que você pode liberar, e apesar de algumas serem bem interessantes o Hub não chega nem perto do que alguns outros games conseguem fazer.
Agora falando sobre as funcionalidades do online em si, nós temos a Wonder Trade, que já estava presente dês de XY e é de longe a minha funcionalidade online favorita da franquia(aliás, eu tenho uma série de Wonder Trade no canal do mugiwara),porque é sempre divertido tacar um Caterpie na Wonder Trade esperando ganhar um Shiny ou um Lendário, outra funcionalidade legal que veio de outros jogos é a GTS, que foi a forma como eu consegui o Lunala( o lendário de Pokémon Moon)e, é por isso que eu amo incondicionalmente a GTS.
Brincadeiras a parte, a GTS é sim uma funcionalidade muito legal e que não podia faltar no online, as últimas funcionalidades do online, como vocês já devem imaginar, são as inúmeras customizações da batalha online, que é bem satisfatória e até dá pra aproveitar bastante.
Na minha opinião o online é essencial para Pokémon Sun, já que aumenta consideravelmente o tempo de vida do jogo, uma prova disso é o fato de que eu terminei o jogo com 30 horas jogadas(isso porque eu me preparei muito pra Elite 4), e agora já estou com mais de 100, isso só por causa do online.
Ainda falando sobre tempo de vida do jogo, nós temos também a Battle Tree, que é um lugar onde você pode ter muitas batalhas uma atrás de outra pra depois trocar seu BP por prêmios, entre eles os mais interessantes sem dúvida são as Mega Stones, que você já não pode mais achar no mapa do jogo normalmente com em XY e Omega Ruby/Alpha Saphire, aliás esse é um ponto negativo do jogo já que as Mega Stones custam muito BP, e mesmo assim nem todas estão disponíveis no jogo, eu sei que a Nintendo tá tentando concertar isso distribuindo as Mega Stones que faltam em eventos online, mas mesmo assim isso é um ponto muito negativo.
Como uma última observação sobre a Battle Tree, assim que você chega nela(no pós-game) você tem a opção de lutar contra Red ou contra Blue, isso mesmo, personagens dos jogos clássicos da região de Kanto! Isso me surpreendeu muito e eu sinceramente não esperava uma coisa dessas, parabéns Pokémon Company, por não se esquecer dos jogos anteriores!
Vamos falar um pouco sobre trilha sonora? Bem, a trilha sonora do jogo, assim como em todos os títulos da franquia é um show à parte, dentre várias músicas inesquecíveis as minhas favoritas sem dúvida são dois temas: o dos Tapus e o das Ultra Beasts, o primeiro porque consegue traduzir muito bem o clima de tensão da batalha contra o lendário e ainda por cima tem um clima totalmente havaiano, já a das Ultra Beasts, bem eu gosto dela porque é uma música totalmente estaranha, e que não se encaixa com nada na franquia, só com as Ultra Beasts, e é justamente por ela ser única e diferente que eu gostei tanto dela.
Ahhh, eu quase tava encerrando essa review e me esquecendo de falar sobre um aspecto que me fez amar profundamente Pokémon Sun, é, o jogo aboliu totalmente as chatas e inconvenientes HMs e introduziu ótimos meios de locomoção, as montarias Pokémon, sim, agora você pode andar pelo mapa com um Tauros ou um Mudsdale, ou nadar com um Lapras ou um Sharpedo sem nem ter nenhum dos dois Pokémons, eu acho que nem preciso dizer o quanto isso é melhor do que as horríveis HMs, e o quanto eu quero que o próximo jogo volte com isso e que eu nunca mais veja as HMs.

Ufa, vocês nem imaginam o quanto é difícil falar sobre Pokémon Sun, o jogo é muito grande e recheado de conteúdo de todas as formas possíveis,mas, finalmente, eu sinto que já falei tudo que tinha que falar e posso seguir para as considerações finais.
Como considerações finais eu quero dizer apenas uma coisa: vá jogar Pokémon Sun agora, esse jogo é uma renovação que a franquia já precisava desde Black & White, e conseguiu ser extremamente competente, e eu acredito que pode ficar melhor ainda se a Nintendo atualizar ele frequentemente, com correção de bugs e correção das quedas de frame rate, por isso o jogo vale totalmente a pena, principalmente se você tiver um New, não perca tempo e vá jogar Pokémon Sun, pois o ar fresco que ele trouxe pra franquia foi sensacional.
Obrigado por terem acessado o mugiwara, e eu espero ver vocês aqui de novo para mais reviews de Games, animes, mangás e cartoons.

sábado, 22 de abril de 2017

YU-GI-OH Episódio 4(análise)


Fala ae mugiwaras!!!! É, eu estava lendo os posts antigos do blog e eu me lembrei que lá no início do blog eu fazia várias e várias análises de animes,mangás e cartoons, sim, eu sei que eu não faço isso faz muito tempo, mas nunca é tarde pra continuar a analisar YU-GI-OH, né?

Bom, vamos começar falando um pouco sobre o quê aconteceu nesse episódio,bem, nesse episódio Yugi e os personagens com pouca importância(estou maldoso hoje) finalmente chegam na ilha dos duelistas, quando eles chegam lá o Pegasus fala um monte de coisas sem real importância(dessa vez eu não estou sendo maldoso, realmente YU-GI-OH tem muita enrolação), e também fala que vai dar uma hora para cada jogador organizar o baralho(se eu estivesse numa viagem de barco para um torneio com prêmio em dinheiro eu certamente já teria arrumado meu baralho),depois desse tempo, Yugi e a turma encontram Weevil(aquele mesmo cara que ficava enchendo o saco nos outros episódios) e eles tem um duelo que vai continuar no próximo episódio.
Bom, essa foi a análise da parte de história agora vamos para os outros quesitos e...espera aí, eu esqueci de falar que o Bakura tem uma leve aparição nesse episódio, muito pouco para alguém que depois vai ter tanta importância dentro da série.
Well, vamos falar um pouco sobre dublagem, então, a dublagem de YU-GI-OH é sempre muito boa e continuou boa nesse episódio,mas eu preciso reclamar da voz do Weevil,sim, a voz dele encaixa perfeitamente com o personagem e coisa e tal, mas, principalmente nas partes onde o personagem tem que demonstrar emoções, o dublador parece não conseguir muito bem, até porque a voz do Weevil é muito forçada e eu tenho certeza que aquilo lá não tá nem perto da voz do dublador, isso não chega a deixar o desenho(não é desenho, é anime) ruim ou coisa do tipo, é só uma coisa que eu acho que poderia melhorar.

Ufa, eu já falei tudo que tinha que falar sobre o episódio e mesmo assim o texto ficou minusculo, talvez eu passa a fazer o formato de Hiper análise, pra falar a verdade eu ainda estou bem indeciso sobre como continuar com esse quadro, mas pelo menos eu falei tudo que tinha que falar sobre esse episódio, então to bem satisfeito com o texto, e espero que vocês também estejam.
Espero que tenham gostado da review, e até o próximo post.